Oii

O papel do serviço social na preparação dos candidatos ao transplante renal de um hospital terciário de Fortaleza/CE

Francisco Elenilton Rodrigues do Nascimento, Ana Rosa Alves da Silva, Vanusa Maria Tomé Bandeira de Sousa Daud

Resumo


Este trabalho tem como objetivo o relato de experiência da atuação profissional do/a assistente social aos pacientes acometidos de Doença Renal Crônica (DRC) e indicados para terapia substitutiva na categoria de Transplante Renal em acompanhamento preparatório ambulatorial no Hospital Geral de Fortaleza (HGF) durante o ano de 2019. A pesquisa configura-se de abordagem qualitativa, de natureza básica e de objetivo exploratório, descrevendo os principais pontos trabalhados visando à preparação a nível social e os desafios vivenciados que dificultam o posicionamento favorável para a elegibilidade à cirurgia. O atendimento aborda a preparação e adequação das condições de: habitabilidade; de infraestrutura elétrica e hidráulica; a situação econômica; o apoio familiar e a definição do/a cuidador/a durante o período de internação hospitalar e no pós-cirúrgico, caso necessário. Dessa forma, vindo a minimizar a possibilidade de intercorrências e perda do órgão transplantado.

Palavras-chave


Serviço social; Insuficiência renal crônica; Transplante renal; Atenção terciária à saúde; Condições sociais

Texto completo:

PDF

Apontamentos



Direitos autorais 2020 Francisco Elenilton Rodrigues do Nascimento, Ana Rosa Alves da Silva, Vanusa Maria Tomé Bandeira de Sousa Daud

Centro Universitário Fametro – UNIFAMETRO

ISSN 2448-1270